Lista/Grade

Guilherme Grinberg e Beatriz Menga vencem o Aberto do Clube de Campo de São Paulo Ford Studio

Guilherme Grinberg e Beatriz Menga
Foto: Thais Pastor/F2

Guilherme Grinberg, do Lago Azul, fez uma das melhores exibições de sua carreira para vencer de ponta a ponta e por 15 tacadas de vantagem o 54º Aberto Masculino do Clube de Campo de São Paulo Ford Studio, encerrado neste domingo, 16 de junho, na zona sul da capital paulista. Guilherme, que mora nos EUA, fez birdies em 43% dos buracos jogados (23 de 54), para conquistar seu segundo título nos três torneios do Ranking Mundial Amador de Golfe (WAGR) e Nacional que ele jogou no Brasil no último mês, aproveitando as férias de meio de ano na faculdade. Gui venceu com 197 (69-64-64) tacadas, 16 abaixo do par.

No feminino, numa competição dominada pelas juvenis, que terminaram nas três primeiras colocações e foram quatro entre as cinco melhores, Beatriz Menga, 15 anos recém completados, também venceu de ponta a ponta e por seis tacadas de vantagem. Infelizmente, como Beatriz devolveu sete tacadas nos sete buracos finais para vencer com 240 (79-77-84) tacadas, 27 acima, a competição das mulheres não deverá valer para o WAGR, que exige média máxima de oito acima por dia, 24 acima no total, para ser um evento válido (média 6, ou 18 acima no total, no caso dos homens).

Masculino – Esta foi a terceira vitória de Guilherme nas cinco últimas edições do Aberto do Clube de Campo, que venceu em 2019 e 2023. O torneio não foi jogado em 2020 por causa da pandemia. Nos sete torneios do WAGR que jogou no Brasil nos últimos 13 meses, ele venceu três e foi vice-campeão nos outros quatro. Com isso, Guilherme é quarto melhor brasileiro na lista do WAGR, atrás apenas de Andrey Borges, Matheus Balestrin e Marcos Negrini.

Com Guilherme disparado na frente, o maior duelo da semana foi pelo título de vice-campeão entre dois jogadores do Damha, que terminaram empatados em segundo com 212 tacadas, uma abaixo do par. Para efeitos de troféu, Herik Machado, que jogou melhor no final de semana, levou o troféu de vice-campeão (73-69-70), mas dividiu os pontos do ranking mundial e nacional com Marcos Negrini (70-70-72) que também foi vice-campeão. Negrini venceu o Aberto do Clube de Campo em 2022.

Destaques – Uma boa surpresa na classificação geral foi Guilherme Candido, capitão do Clube de Campo, que terminou em quarto entre os scratches com 216 (75-69-72) tacadas, seguido por dois jogadores com 218: Wesley Bairros (78-6971), do Porto Alegre CC, que mora nos EUA, está de férias no Brasil e vinha de um título no Aberto do Paraná, no final de maio; e Guilherme Ziccardi (70-76-72), do Clube de Campo, o juvenil número 1 do Brasil.

Handicaps – Na categoria com handicap até 8,5, o campeão foi Guilherme Candido, com 216 (75-69-72) tacadas. O vice-campeão foi Felipe Cobra, do Clube de Campo, com 226 (76-79-71), e Guilherme Ziccardi, também do Clube de Campo, completou o pódio em terceiro, com 227 (73-79-75), ao superar Negrini (75-75-77) e Herik (78-74-75) nos critérios de desempate. Ambos têm índex positivos, ou seja, somam tacadas na categoria por hcp em vez de descontar.

Os jogadores com handicaps índex mais altos competiram apenas no final de semana (36 buracos), valendo pontos para os rankings da Federação Paulista de Golfe (FPGolfe), sendo premiados o melhor gross e os dois melhores net (descontado o hcp) de cada categoria. Na 8,6 a 14 Lyn Ahn, do Guarapiranga, foi o campeão gross com 164 (87-77) tacadas. No net, o campeão foi Norivaldo Teixeira, do Guarapiranga, com 142 (73-69), seguido por Fábio Negrão, do Anexo Golf, com 148 (76-72).

Na 14,1 a 19,4 o campeão gross foi Roberto Guillermo Lastra, do Clube de Campo, com 179 (88-91), enquanto os melhores net foram Edison Hirano, do Imperial, com 149 (76-73), que foi campeão nos critérios de desempate contra Marcelo Lourenção, diretamente filiado à FPGolfe, que também somou 149 (76-73). E na 19,5 a 25,7 o pódio teve Lorenzo Zuniga, do Santos São Vicente, campeão gross com 183 (93-90); Osmar da Costa Sobrinho, do Clube de Campo, campeão net, com 144 (72-72); e Rogério Marins, do Clube de Campo, vice net com 149 (72-77).

 Feminino – Para as juvenis de 15 e 16 anos, que dominaram o placar do 27º Aberto Feminino do Clube de Campo, que voltou a ser jogado junto com o masculino, há três anos, o campo acabou sendo muito difícil para todas, sobretudo sobre os greens, não sendo raros buracos de três ou quatro putts. O resultado, infelizmente, foi um baixo índice técnico e a impossibilidade de o torneio das mulheres valer para o ranking mundial.

Beatriz Menga, de 15 anos, vinha dentro da média de 8 acima por dia nas duas primeiras rodadas, mas fez sua pior volta no domingo, para vencer com 240 (79-77-84) tacadas, 27 acima. As maiores emoções foram pela disputa pelo troféu de vice-campeão scratch, que ficou para Gabriele Rodrigues, do Arujá, de 16 anos. Lauren Grinberg, do Lago Azul, número 1 do Brasil e favorita ao título, que se recuperava de uma amigdalite, jogou até o começo da segunda rodada e abandonou.

Decisão – Gabriele chegou ao buraco final, de par 5, perdendo por uma para Sofia Menga, irmã gêmea de Bia, mas fez birdie no 18, contra duplo bogey da adversária, para ficar em segundo, com 246 (89-76-81) e ainda comemorar o melhor resultado da competição feminina, feito no sábado. A chance de ter uma dobradinha das irmãs no pódio acabou quando Sofia errou o driver no 18 e ainda deu três putts para terminar com 248 (82-83-83) tacadas. Solange Cabral de Souza, do Guarapiranga, ficou em quarto, com 253 (84-84-85), seguida pela juvenil Gabriela Yoshikawa, de Bastos, com 259 (86-81-92).

Na categoria feminina por handicaps até 16, venceu Joelma Rodrigues, do Clube de Campo, com 219 (78-72-69), seguida por Gabriela Yoshikawa, vice com 226 (75-70-81), e Sofia Menga, terceira colocada com 227 (75-76-76). E na 16,1 a 25,7, Adriana Marins, do Clube de Campo, foi a campeã gross, com 190 (98-92). Os melhores net foram de Suin Lee, do  Clube de Golfe de Campinas, campeã com 148 (74-74) e para Adriana Rodrigues, do Paradise, vice com 151 (74-77).

Premiação – Os troféus foram entregues por Roberto Lima, representando o Clube de Campo; Augusto Cândido, diretor de golfe do clube, por Osmar da Costa Sobrinho, presidente da Confederação Brasileira de Golfe; Ademir Mazon, presidente da FPGolfe; pelos patrocinadores Master, Roberto Lastra, da Ford Studio, e Fernando Sodré, da Limpidus; e pelos capitães Adriana Marin e Guilherme Cândido.

Veja também:

Crianças de escolas públicas de Quatro Barras participam de aulas gratuitas de golfe Crianças de escolas públicas de Quatro Barras participam de aulas gratuitas de golfe
Alexa, classificada no Juvenil de SP, estreia no Optimist International Junior Championship Alexa, classificada no Juvenil de SP, estreia no Optimist International Junior Championship
Rodrigo Lee vence o 3º Grama Pro Invitational & Pro-Am Rodrigo Lee vence o 3º Grama Pro Invitational & Pro-Am
Inscrições abertas para o Curso de Formação de Árbitros Nível II Inscrições abertas para o Curso de Formação de Árbitros Nível II
© 2024 Jornal do Golfe. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.
Toborino Software