Lista/Grade

Diogo Oliveira vence 23º Torneio Aberto de Golfe da Associação Esportiva São José

Diogo Oliveira
Foto: Thais Pastor/F2

Cinco anos depois de perder o título do maior torneio de seu clube, no desempate, para Fernando Vieira dos Santos, depois que a rodada final foi cancelada por causa do mau tempo, Diogo Oliveira, revelação da casa, agora com 19 anos, pode, finalmente, levantar o troféu de campeão no 23º Torneio Aberto de Golfe da Associação Esportiva São José, disputado neste final de semana, dias 28 e 29 de agosto, em São José dos Campos (SP).

Stella Miyagi, do Arujá, que já havia sido campeã em 2015, conquistou seu segundo título do torneio que valeu para os rankings scratch e por handicap índex, masculinos e femininos, da Federação Paulista de Golfe (FPGolfe).

Diogo venceu de ponta a ponta, mas quase se complica no final. Ele chegou a abrir quatro tacadas de vantagem antes de fazer bogeys nos buracos 13, 15 e 18, para domar 147 (74-73) tacadas, sete acima do par, e vencer por uma de vantagem. Quem quase lhe rouba o título foi Fernando Silva, do Campinas Golf Center, que vinha de um título no Aberto do Santos São Vicente na semana anterior. Fernando fez birdie no 17 para somar 148 (77-71) tacadas, oito acima, e ser o vice-campeão.

Destaques – Mas a melhor volta do dia e de todo o torneio, que foi jogado sábado debaixo de chuva, foi de Donizetti de Souza, da AESJ, o defensor do título, que fez três birdies e três bogeys para jogar o par do campo e terminar em terceiro, com 149 (79-70). Já Adiston Ramos, outra revelação da casa, que só entrou no torneio de última hora e começou a volta final em segundo, uma atrás do campeão, errou muito no final e acabou apenas em quarto, com 153 (75-78), seguido por Mario Ghisalberti, do Japy, com 155 (79-76).

Donizetti não conseguiu defender o título geral, mas foi campeão da categoria com handicaps índex até 8,5, com 143 (76-67), três acima, seguido por Ghisalberti, com 149 (76-73) e por Luiz Miyagi, do Arujá, com 151 (80-71). Na 8,6 a 14, o troféu de melhor gross  foi para Vitor Porto, da AESJ, com 165 (87-78) tacadas. Na classificação net, o campeão de ponta a ponta foi Ademir Mazon, do Sapezal, presidente da Federação Paulista de Golfe, com 147 (71-76), seguido pelo vice Carlos Amagai, da AESJ, com 148 (78-70).

Mais premiados – Na 14,1 a 19,4, o campeão gross foi Walter Ariyoshi, da AESJ, com 176 (89-87), ao superar Ricardo Iguchi, da AESJ, que também somou 176 (89-87), mas perdeu o título nos critérios de desempate, por ter jogado pior (45 x 43) nos nove buracos finais. O campeão net foi Marcelo Fonseca, da AESJ, com 143 (71-72), seguido por Norberto Nishimoto, da AESJ, com 145 (74-71).

Na 19,5 a 25,8, o campeão gross foi José Carlos Fogaça, com 181 (88-93). Rodrigo Borges, o Peixe, do Terras de São José Golfe Clube foi o campeão net, com 146 (71-75), seguido por Murilo de Moura, da AESJ, com 149 (75-74). Houve ainda uma categoria especial para jogadores do handicap de 25,8 em diante. O campeão foi Fernando Bittencourt, da AESJ, com 141 (74-67), seguido por Albert Eiji Naito, do São Francisco, com 143 (67-78).

Feminino – Entre as mulheres, dobradinha do Arujá, Stela Miyagi venceu de ponta a ponta, com 162 (77-85) tacadas, e Ana Sung Marques foi a vice, com 166 (85-81). Na categoria única com handicap índex até 25,8, venceu Maria Peterson, da AESJ, com 156 (77-79) tacadas, seguida por Jessica Lourenço, do Paradise, com 157 (78-79), e por Iracema Ariyoshi, da AESJ, com 158 (83-75). Luciana Yabumoto, do Arujá, levou o troféu da categoria de 25,8 em diante, com 150 (77-73) tacadas.

Golfe Solidário – Ademir agradeceu o clube, elogiou o campo por ter suportado muito bem as fortes chuvas da véspera, e falou do 1º Campeonato Golfe Solidário Brasil, que já está tendo seletivas nos 113 campos de golfe do país para definir os finalistas nacionais, que irão disputar seis vagas representar o Brasil, com tudo pago, no Campeonato Latino-Americano Golf.TV, em novembro, da República Dominica, ao mesmo tempo em que arrecada milhares de cestas básicas para atender famílias em vulnerabilidade social em todo o país.

Ademir lembrou ainda que o clube que mais arrecadar doações, entre inscrições e patrocinadores, indicará outros quatro jogadores para competir na República Dominicana com tudo pago. Para saber mais sobre o 1º Campeonato Golfe Solidário Brasil e como organizar uma seletiva em seu clube, clique aqui.

https://www.fpgolfe.com.br/26667/

Resultados completos

 

ABERTO DA AESJ

campeões de 2011 em diante

Ano

Masculino

Feminino

2021 Diogo Oliveira Stella Miyagi
2020    pandemia    pandemia
2019 Donizetti de Souza Kimiko Yaguchi
2018 Pepê Costa Lima Ana Sung Marques
2017 Pepê Costa Lima Carla Ziliotto
2016 Fernando V. dos Santos    não houve
2015 Paulo Mattos Stella Miyagi
2014 Ricardo Pinto Elizabeth Tatsumi
2013 Donizetti de Souza Nathalie Silva
2012 Filipe Pinto Nathalie Silva
2011 Filipe Pinto Ruriko Nakamura

 

Veja também:

Parabéns a delegação brasileira com jovens golfistas no Equador Parabéns a delegação brasileira com jovens golfistas no Equador
19TH Hole Tournament no Paradise Lake & Golf, em Mogi das Cruzes, será neste sábado, dia 30 de outubro 19TH Hole Tournament no Paradise Lake & Golf, em Mogi das Cruzes, será neste sábado, dia 30 de outubro
Campeões do Desafio de Golfe Ceará X Brasília Campeões do Desafio de Golfe Ceará X Brasília
71º Sul-Brasileiro de Golfe IESA BMW será disputado no Porto Alegre Country Club 71º Sul-Brasileiro de Golfe IESA BMW será disputado no Porto Alegre Country Club
© 2021 Jornal do Golfe. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.
Toborino Software