Lista/Grade

Hideaki Iijima vence Torneio da Virada ABGS e Douglas Black é o campeão sênior de 2020

Ranking Scratch Senior, Douglas Black com Ademir Mazon e Constantino Ajimasto Junior

Ranking Scratch Senior, Douglas Black com Ademir Mazon e Constantino Ajimasto Junior

Hideaki Iijima, do PL, foi o campeão sênior do Torneio da Virada ABGS 2020/2021, competição de encerramento da temporada da Associação Brasileira de Golfe Sênior, disputada na quinta-feira, 10 de dezembro, no Damha Golf Club, em São Carlos (SP). O evento que também premiou os melhores do ano em 10 categorias, teve ainda um Torneio Incentivo, de duplas, que atraiu novos associados para a ABGS e ajudou a coroar o sucesso do evento que marcou o final de um ano tumultuado pela pandemia, mas também de renascimento da entidade que congrega golfistas de 40 anos em diante de todo o Brasil.

Iijima teve uma vitória apertada, só decidida no desempate contra Ademir Mazon, do Sapezal, presidente da Federação Paulista de Golfe (FPGolfe), depois que ambos jogaram 80 tacadas, oito acima do par do campo do Damha, que estava muito bem cuidado, bonito em todos os detalhes, além de difícil e competitivo como sempre. A decisão foi pela segunda melhor volta, onde Iijima jogou 38, o melhor parcial de nove buracos do dia, contra 40 de Ademir. Milton Yoshiura, de Bauru, Douglas Black, do Sapezal, e Koichi Ogata, do Arujá, empataram a seguir, com 83.

Categorias – Mazon perdeu o troféu de campeão geral nos detalhes, mas foi o campeão na classificação por handicaps índex até 14, com 66 tacadas, seis abaixo do par. Beni Hadba Neto, de Bauru, foi o vice, com 72, seguido por Seizo Yano, do PL, com 74. Na 14,1 a 23, venceu Wilson Correa, do São Paulo Futebol Clube, com 68, seguido por Chiquinho Leite Moreira, do Damha, comentarista de tênis da Rede Bandeirantes, com  71, seguido por Mário Aoki, da Associação Esportiva São José, com 72.

Na 23,1 a 32, disputada no sistema stableford, venceu Akira Yuzui, do Sapezal, com 39 pontos, seguido por Fernando Braga, de Bauru, com 37, e por Constantino Ajimasto Jr., o Grego, do Damha, com 34. Entre os superseniores, com 75 anos ou mais, também na modalidade stableford, Yocito Fukuda, do Campinas Golf Center, foi o campeão, com 30 pontos.

Mais premiados – Entre os pré-seniores, o campeão foi Cláudio Amantini Neto, de Bauru, com 84 tacadas. Já na classificação supersênior por hcpx até 32, Bruno Reiss, do Japy, um dos que aproveitaram o evento para se associar, venceu com 62 pontos. Eliseo Alvarez Neto, de Bauru, foi o vice, com 69. Entre as mulheres, Keiko Shimomaebara, do PL, venceu a categoria única até 32, com 76.

Já no Torneio de Incentivo a Novos Sócios, com 11 duplas formadas por um associado e um convidado, ninguém pode com o time de Alexandre Leonardi e Bruno Reiss que em dia inspirado somaram 85 pontos. Os vice-campeões, com 77 pontos, foram Ademir Mazon e Eduardo Chaves, do Clube de Campo, seguidos por Fernando Braga e Beni Hadba, que somaram 73 e ficaram em terceiro lugar ao superar a dupla de Carlos Cândido, do São Fernando, e Wilson Correa, do São Paulo Futebol Clube, nos critérios de desempate.

Prêmios especiais e sorteios – Houve ainda quatro prêmios de bolas mais perto da bandeira nos buracos de par 3 – Nearest to the Pin – com cada um deles ganhando um cooler térmico personalizado com a marca da ABGS, com 21 litros de capacidade (24 a 30 latinhas), oferecido pela África Brindes. Os ganhadores foram Eliseo Alvarez Neto, de Bauru (buraco 4); Silvio Camilo, de Bauru (6); Eduardo Pacheco, do Clube de Campo (11); e Mario Aoki, da Associação Esportiva São José (13).

Melhores do Ano – O Torneio da Virada não valeu para o ranking, que teve os melhores do ano de dez categorias premiados no final do dia. O ponto alto foi o escocês Douglas Black, o Doug, campeão sênior de 2020 da ABGS, que cumprindo promessa foi receber o prêmio usando um kilt, tradicional vestimenta de seu país, e até dançou ao ritmo de música de gaita de fole.

Nas categorias sênior com handicap foram premiados os três melhores de 2020, pela ordem: Seizo, Mazon e Lyn Ahn, do Guarapiranga (até 14); Denis Cho, do CG Campinas, Antônio Alvarenga, do SPFCG, e Fukuda ( 23,1 a 32); e Mario Galhardi, do São Francisco (supersênior). Na Pré-sênior o campeão scratch de 2020 foi Plinio Albregard, do Arujá, e os dois primeiros com handicap Renato Campos, de São Vicente, e Adair Tozzati, do Damha. E, no feminino, as campeãs foram Paulina Esaki, de São José (scratch); Keiko (até 25) e Yoko Iijima (25,1 a 32).

Premiação – Os prêmios foram entregues pela diretoria da ABGS: Constantino Ajimasto, o Grego (presidente); Fernando Braga e Giusepe Lo Russo (vice-presidentes), Lyn Ahn (diretor ABGS na FPGolfe), além de Ademir Mazon, presidente da FPGolfe, e de Carlos Gonzalez, o Carlão, diretor Executivo do Damha.

 

Veja também:

Golf cart com placa solar em testes no Brasil Golf cart com placa solar em testes no Brasil
Masters Tournament se associa à IBM em plataformas digitais e lança o Masters Fantasy Masters Tournament se associa à IBM em plataformas digitais e lança o Masters Fantasy
Copa Los Andes de 2022 será disputada no Porto Alegre Country Club Copa Los Andes de 2022 será disputada no Porto Alegre Country Club
Golfista, dê sua tacada solidária! Faça sua Doação via Imposto de Renda para o Hospital Pequeno Príncipe Golfista, dê sua tacada solidária! Faça sua Doação via Imposto de Renda para o Hospital Pequeno Príncipe
© 2021 Jornal do Golfe. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.
Toborino Software