Sentar pode matar sua saúde e seu jogo de golfe…

Compartilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
Ilustração

Ilustração

O mundo moderno foi feito para você passar o dia inteiro sentado. No carro ou ônibus no caminho do trabalho, no cinema, enquanto come, enfim deu para fazer uma ideia do nosso dia a dia.

O sedentarismo já foi associado ao risco de desenvolver doenças cardiovasculares em diversos estudos, mas um estudo recente associa o estar sentado o dia inteiro com esse risco.

A conclusão foi que passar de 8 a 12 horas sentado por dia, aumenta o risco de desenvolver diabetes tipo 2 em 90%. Se você se encaixa neste perfil, se consegue somar perto de 70 horas sentado toda semana, como pode esperar que 2 horas de academia compensem esse tanto de horas sentado?

A posição sentado provoca certos desvios físicos que podem afetar seu swing. O músculo iliopsoas (flexor do quadril) fica encurtado, o glúteo fraco, os ejetores da espinha lombar curtos e o reto abdominal fraco.

Isso é chamado de “lower crossed syndrome” e provoca a postura em C muito comum observada em campo, quando os ombros estão caídos, o quadril posteriorizado (bunda murcha) e em vez de usar o tronco para fazer a rotação, o jogador usa predominantemente os braços, realizando um swing fraco e inconsistente.

Para um professor que acompanha o golfista duas vezes na semana é praticamente impossível ajudar a ganhar mobilidade torácica competindo com essa barbaridade de horas que você passa sentado. É literalmente se enganar.

Outro dado importante, a pressão intradiscal é 40% maior na posição sentado do que de pé, e se estiver sentado, com o corpo inclinado à frente em vez de recostado na cadeira, a pressão sobe para 85% mais.

Mas como você pode compensar um pouco? Em primeiro lugar evite ficar mais de duas horas seguidas sentado.

Levante, vá beber água, caminhe pela sala, alongue as costas na parede ou procure um balcão para trabalhar de pé por alguns minutos.

Na academia o que pode ser feito? Alongue peitoral, iliopsoas e ejetores da coluna e fortaleça glúteos, centro e costas.

Fique longe dos bancos de supino, não vá sentar na academia também! Use aparelhos que desafiem sua estabilidade.

E em campo, por favor, aposente o cart de golfe,  assim pode ajudar a evitar a tão temida coluna em C em campo e salvar não somente seu jogo, mas sua saúde.

A seguir sugiro um exercício para fortalecimento de glúteos e alivio dos músculos ejetores da coluna tensos na lombar.

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Edição: 

Veja também:

11º Torneio Internacional da APG será em Punta Cana 11º Torneio Internacional da APG será em Punta Cana
Taça Lago Azul comemora 39 anos do belo campo em Araçoiaba da Serra Taça Lago Azul comemora 39 anos do belo campo em Araçoiaba da Serra
VII Torneio de Caddies Instituto Irene Gail e 3° Encontro Nacional de Caddies no Terravista Golf Course VII Torneio de Caddies Instituto Irene Gail e 3° Encontro Nacional de Caddies no Terravista Golf Course
17/07/2015 17/07/2015
© 2019 Jornal do Golfe. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.
Toborino Software