O que te motiva a ser melhor? No golfe e na vida…

Compartilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
Capa do livro

Capa do livro

Todo dia precisamos enfrentar situações onde precisamos escolher e as nossas escolhas diárias determinam a nossa taxa de sucesso nos objetivos a longo prazo na vida.

Estou com fome, como um hambúrguer ou um shake nutritivo? No campo de golfe, jogo a pé ou de carrinho? Tudo se trata de escolhas, mas principalmente de como está programado seu mind set (jogo mental) no momento.

Os incentivos ou recompensas são muito usados para motivar as pessoas e os castigos ou penalidades para punir o que não foi cumprido.

Se trabalhar com eficiência você é premiado com um bônus no final do ano e se seu trabalho for insuficiente você pode perder seu bônus ou pior, ser demitido. O bônus no trabalho ou a cervejinha no final do dia são promessas que nos motivam a manter o foco e finalizar tarefas que podem ser maçantes e as punições também tem como objetivo motivar só que de maneira reversa.

Estas estratégias funcionam até certo ponto. O que realmente importa, o que realmente vai motivar você, seu funcionário ou seu filho adolescente, está dentro de você. É o EU QUERO, dentro da tarefa de EU PRECISO.

Quando fazemos alguma tarefa com o mid set de que aquilo é chato e desgastante, queremos o prêmio ao final. Mas se o nosso mind set está dirigido ao objetivo interno, por exemplo eu gosto de jogar bem e quero melhorar meu jogo. Então o fato de ter que trabalhar na técnica com aulas não vai ser uma tarefa chata e sim um meio eficiente para atingir sua meta.

Você precisa melhorar sua saúde, por quê? Porque seu médico te assustou, porque seu seguro vai ficar mais caro? Ou porque você gostaria de viver com mais qualidade de vida, porque quer ver seus filhos e netos crescerem?

No livro Agilidade Emocional de Susan David, ela explica como a nossa maneira de encarar desafios e situações difíceis determina nosso sucesso e isso está muito mais ligado à nossa maneira de encarar o desafio emocionalmente do que à nossa percepção do premio no final da tarefa. Recomendo muito esta leitura para todos os meus alunos.

Esse ensinamento é extremamente importante na vida do atleta, seja ele amador ou profissional. A maneira como você encara situações difíceis no jogo, seja um competidor irritante, uma situação de desvantagem ou um erro que causou uma penalidade, quando aceitamos a situação e reagimos a ela com o mid set apropriado, a chance de passar pelo problema com o mínimo de desgaste emocional é muito maior.

Veja a diferença:

Eu preciso jogar bem este buraco porque estou perdendo dos meus colegas. Versus, eu quero fazer um bom score porque é importante para mim e vou me concentrar melhor neste buraco.

Então se você sabe que certos hábitos beneficiam seu jogo e sua resiliência, e se sua motivação intrínseca te leva a colocar isso em prática, o aquecimento, a concentração em ler os greens, a rotina pré-tacada, o treino técnico e físico e tudo o que te ajuda a jogar melhor, são hábitos que você usa com prazer e não com pesar.

Tudo depende de prioridades e motivação interna.

Faça porque você quer, não porque você precisa.

www.golfepilates.com

Edição: 

Veja também:

Regras de Etiqueta no campo de golfe Regras de Etiqueta no campo de golfe
Estão abertas as inscrições para o Aberto Feminino do Gavea Golf no Rio de Janeiro Estão abertas as inscrições para o Aberto Feminino do Gavea Golf no Rio de Janeiro
Champs Privés, em Campo Limpo Paulista, terá nova gestão a partir de 1º de julho Champs Privés, em Campo Limpo Paulista, terá nova gestão a partir de 1º de julho
Campeões da Sexta etapa do Torneio Incentivo ao Golfe será no Taiá Campeões da Sexta etapa do Torneio Incentivo ao Golfe será no Taiá
© 2019 Jornal do Golfe. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.
Toborino Software