Lista/Grade

Um nicho do mercado do golfe crescendo mais de 300%

Compartilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
Foto: divulgação

Foto: divulgação

Com a crise do coronavírus pelo mundo o golfe parou, turismo, companhias aéreas, hoteis e campos todos sem movimento, sem golfistas e sem lucro. Mas um nicho de mercado cresceu mais de 300% nos últimos dois meses e meio no Brasil. Os pedidos aumentaram de quatro, cinco por mês para mais de trinta para o Studio Pro Golf, empresa espcializada em criação de ambientes personalizados com simuladores de golfe e também na construção de  putting green externo e interno.

“Já que os golfistas não podem ir para os campos resolveram ter seus próprios campos nas suas casa”, disse Rubens Stuque, empresário e diretor do Studio Pro Golf. “Tivemos que investir neste momento difícil para todos, mas que está sendo um ótimo período para os negócios de simuladores de golfe. Vamos inaugurar nos próximos meses um novo show room na cidade de Itu (SP) e estamos entregando simuladores somente neste mês para golfistas de Brasília, Curitiba, Florianópolis, Rio de Janeiro e São Paulo.

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Para os puntting greens é importada uma grama especial que proporciona uma boa velocidade para o treino de putter, que podem  ser de modelos padrões ou de tamanhos e formas personalizadas. os principais projetos feitos esse ano pela empresa são de salas de golfe residenciais, mas também em clubes de golfe e ambientes para hotelaria. São cinco modelos de simuladores, Sky Track,Trackman, Foresight , FilgthScope e Full Swing Golf., cujos preços variam de 82 mil reais a 280 mil reais, incluso projeto e instalação dos equipamentos.

O simulador Flight Scope é o modelo de entrada e possui apenas um radar e o top de linha é o Full Swing com dois radares e o software multi sports. Os radares dos simuladores podem computa até 26 dados em apenas um segundo. São mais de 100 campos para que o golfista se diverta em sua casa e com amigos ee familiares, com treino, jogos e torneios. Para quem está pénsando se cabe na sua casa, a área mínima é de: L 2,5 m x P 2,5 m x A 2,5 m para o modelo Sky Track.

Divulgação

Divulgação

A grama para putting green (indoor e outdoor) são de 12mm e de 30 mm para a parte de fora, limitadora do green. Com uma aparência parecida com um green natural e com velocidade real de um campo, logicamente não muito rápido. O custo é de R$ 440,00 m2 a R$ 610,00, conforme a quantidade.

“Estamos há dois anos no mercado e temos a preocupação em desenvolver projetos personalizados, como uma garagem com simulador, um vestiário de campo de golfe e lembrando, que muitas vezes é importante envolver a esposa e família do golfistas, pois pode ser um espaço para todos. O golfista quer o espaço e a esposa precisa ser convencida, comenta Mateus Ferrareto, sócio Studio Pro Golf. Por isso, muitas vezes a escolha é por um modelo que tenha outros esportes, como futebol e tenis,” finaliza.

Clique aqui para solicitarmais informações.

simulador 600

Veja também:

Green do buraco 9 do Santa Cruz Country Club (RS) Green do buraco 9 do Santa Cruz Country Club (RS)
Honda Golf Center reabre nesta 3ª feira, 7 de julho Honda Golf Center reabre nesta 3ª feira, 7 de julho
Golfista de 6 anos, Bella Simões é campeã do Florida State Invitation Golfista de 6 anos, Bella Simões é campeã do Florida State Invitation
João Bosco faz seu primeiro hole-in-one em 28 anos de golfe João Bosco faz seu primeiro hole-in-one em 28 anos de golfe
© 2020 Jornal do Golfe. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.
Toborino Software