28/03/2016

Compartilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

Após meses de polêmica, o Kasumigaseki Country Club, escolhido para sediar as competições de golfe dos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020, enfim mudou seu estatuto para permitir sócias mulheres.  As pressões deram resultado e nesta segunda-feira o comitê executivo do clube finalmente alterou seu estatuto.

No Brasil as mulheres não sofrem mais com essas restrições, mas ainda existem muitos outros problemas no golfe brasileiro, como a falta de apoio e torneios para os golfistas profissionais, e também políticas objetivas e práticas de incentivo aos jovens pelos clubes e federações.

Outra necessidade urgente é adaptação dos clubes às pessoas com deficiências, sejam rampas, banheiros e campos.

Existem muitos bons exemplos nessa área nos Estados Unidos e Europa, e espero que um dia tenhamos nos campos brasileiros.

Edição: 

Veja também:

“Medalha Olímpica Mensal”, dia 30 de abril, no campo olímpico no Rio de Janeiro “Medalha Olímpica Mensal”, dia 30 de abril, no campo olímpico no Rio de Janeiro
II Match APG & ABGS em Comandatuba na Bahia de 19 a 23 de abril II Match APG & ABGS em Comandatuba na Bahia de 19 a 23 de abril
Modernização das Regras do Golfe Modernização das Regras do Golfe
Champs Privés abaixa os preços na promoção “Golfe para Todos” Champs Privés abaixa os preços na promoção “Golfe para Todos”
© 2019 Jornal do Golfe. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.
Toborino Software